• Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

© ITACI - Instituto de Tratamento do Câncer Infantil. 

Todos os direitos reservados.

Rua Galeno de Almeida, 148 - Pinheiros

 São Paulo - SP - CEP 05410-030

Informações: (11) 2661-8962

(11) 2661-8963

(11) 2661-8968

O ITACI só foi possível porque muitas pessoas como você se uniram e decidiram apoiar a causa. Tijolo a tijolo, o sonho se tornou a realidade com o apoio anônimo de pessoas solidárias, que entenderam a necessidade e a importância do trabalho. A cada dia, entretanto, surge uma nova necessidade, uma nova demanda. Quanto mais crianças e adolescentes são tratados com excelência, outras famílias nos buscam na expectativa de conseguir o mesmo atendimento.

E todos têm esse direito, por isso, toda colaboração é mais do que bem-vinda, é fundamental. 
Se você tem uma empresa, colabore com nossos projetos. Se tiver condições, seja doador de sangue e cadastre-se no banco de doadores de medula. 
Com isso você pode ajudar a salvar muitas vidas e essa corrente do bem se multiplicará com o seu exemplo. Contamos com você, saiba como clicando no menu acima.

REQUISITOS BÁSICOS PARA DOAÇÃO DE SANGUE
 

Na triagem de doadores, a Fundação Pró-Sangue obedece a normas nacionais e internacionais. O alto rigor no cumprimento dessas normas visa oferecer segurança e proteção ao receptor e ao doador.

Abaixo estão listados os requisitos básicos e alguns dos principais impedimentos temporários e definitivos para doação de sangue. No entanto, esta lista não esgota os motivos de impedimentos para doação, de forma que outras informações prestadas por você durante a triagem clínica serão consideradas para definir se está apto para doar sangue nesse momento.
 

Requisitos básicos

  • Estar em boas condições de saúde.

  • Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos, clique para ver documentos necessários e formulário de autorização).

  • Pesar no mínimo 50kg.

  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).

  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).

  •  Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

 

Impedimentos temporários

  • Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas.

  • Gravidez

  • 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.

  • Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).

  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.

  • Tatuagem / maquiagem definitiva nos últimos 12 meses.

  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.

  • Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins são estados onde há alta prevalência de malária. Quem esteve nesses estados deve aguardar 12 meses.

  • Qualquer procedimento endoscópico (endoscopia digestiva alta, colonoscopia, rinoscopia etc): aguardar 6 meses.

  • Extração dentária (verificar uso de medicação) ou tratamento de canal (verificar medicação): por 7 dias.

  • Cirurgia odontológica com anestesia geral: por 4 semanas.

  • Acupuntura: se realizada com material descartável: 24 horas; se realizada com laser ou sementes: apto; se realizada com material sem condições de avaliação: aguardar 12 meses.

  • Vacina contra gripe: por 48 horas.

  • Herpes labial ou genital: apto após desaparecimento total das lesões.

  • Herpes Zoster: apto após 6 meses da cura (vírus Varicella Zoster).

  • Febre Amarela: quem tomou a vacina deve aguardar 04 semanas; quem contraiu a doença deve aguardar 6 meses após recuperação completa (clínica e laboratorial); e quem esteve em região onde há surto da doença deve aguardar 30 dias após o retorno.

Bull Impedimentos definitivos

  • Hepatite após os 11 anos de idade. *

  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.

  • Uso de drogas ilícitas injetáveis.

  • Malária.


​ * Hepatite após o 11º aniversário: Recusa Definitiva; Hepatite B ou C após ou antes dos 10 anos: Recusa definitiva; Hepatite por Medicamento: apto após a cura e avaliado clinicamente; Hepatite viral (A): após os 11 anos de idade, se trouxer o exame do diagnóstico da doença, será avaliado pelo médico da triagem.

Confira outros impedimentos à doação no link "Quem não pode doar".

 

Respeitar os intervalos para doação

  • Homens - 60 dias (máximo de 04 doações nos últimos 12 meses).

  • Mulheres - 90 dias (máximo de 03 doações nos últimos 12 meses).

Honestidade também salva vidas. Ao doar sangue, seja sincero na entrevista.

 

A Pró-Sangue se preocupa com a segurança das crianças. Se alguma delas vier com você no dia da doação, traga um outro adulto para acompanhá-la.

Postos de coleta

Posto Clínicas

Av. Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 155 1º andar - Cerqueira César - São Paulo
ver mapa

De segunda a sexta-feira, das 7 às 18h00
Sábados*, feriados e emendas, das 8 às 17h00
Domingos, 1º e 3º de cada mês, das 8 às 13h00
Fechado nos demais domingos
* ATENÇÃO: o atendimento aos sábados é limitado a 380 candidatos. Assim que atingir esse número o Cadastro será encerrado
- Estacionamento gratuito para carros (com altura máxima de 2m) (exceto para carros com sistema Sem Parar/Via Fácil), 
por até duas horas: Estacionamento Garagem Subterrânea Clínicas (R. Dr. Eneas Carvalho de Aguiar, 260)
- Estacionamento para motos: há 6 vagas gratuitas sujeitas à disponibilidade e sem cobertura de seguro,
em área específica dentro do HC, reservada a esse tipo de veículo (R. Dr. Ovídio Pires de Campos, antes da cancela, do lado esquerdo)

 

Para mais informações acesse: www.prosangue.sp.gov.br

 

 

 

 

 

 

 

O sangue é composto de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos, plasma e plaquetas. As plaquetas ajudam no controle de sangramentos e parte delas pode ser doada sem causar prejuízo algum à saúde do doador. O processo que permite a separação e a coleta específica de plaquetas chama-se aférese.

O procedimento de coleta de plaquetas por aférese consiste na retirada do sangue total do doador, separação dos componentes por meio de centrifugação, retenção de parte das plaquetas e retorno dos demais componentes do sangue para o doador. Todo o processo dura cerca de 90 minutos.

A doação de plaquetas beneficia muitos pacientes, especialmente aqueles em tratamento para leucemias e outros tipos de câncer, os submetidos a transplante de medula óssea, a cirurgias cardíacas, as vítimas de trauma, dentre outros. Pode ser realizada a cada 72 horas, não ultrapassando 24 doações em 12 meses. A reposição das plaquetas pelo organismo é rápida e ocorre em torno de 48 horas.

Quem pode doar plaquetas?

Os mesmos requisitos exigidos para doação de sangue também são aplicados para a doação de plaquetas por aférese. Entretanto, é necessário que o doador seja avaliado previamente quanto às condições de acesso venoso necessárias para a realização do procedimento. A correlação peso e altura do doador também deve ser avaliada. Somente mulheres nuligestas (que nunca engravidaram) podem doar plaquetas por aférese. Além disso, o doador não deve ter feito uso de aspirina, AAS ou anti-inflamatórios não hormonais nos três dias que precedem a doação.

Outras informações e agendamento:

(11) 4573-7500, nos ramais 7510 ou 7621 

ou pelo Alô Pró-Sangue 0800-55-0300.

 

Se preferir, envie uma mensagem para doadores.especiais@prosangue.sp.gov.br.